HANDSonDREAM-Inspirando-2

Nem tudo são flores!!!

Gabriela Muniz Volta ao Mundo 6 Comments

Viajar envolve tantas variáveis, que somente aprendemos quando estamos efetivamente na estrada. Assim como compartilhamos nossas excelentes experiências, nada mais justo do que contar os perrengues e frustrações vivenciadas nesses primeiros meses de nossa longa jornada. Vamos dividir algumas situações que passamos, quase passamos ou fomos alertados para não cair. E também falar de sentimentos e emoções geradas por frustrações nestes quase 3 meses de estrada passando por México, Belize e Guatemala.

Roubo nos ônibus no México

Todos que nos acompanham sabem que infelizmente vivenciamos isso de uma forma bem radical. O que acontece é que principalmente nos ônibus de segunda classe no México, os ladrões roubam pertences de mochilas e bolsas que estão no bagageiro acima dos bancos. Por isso o ideal é sempre viajar com a mala de mão colada ao corpo. Outro ponto importante é atenção as bagagens no compartimento abaixo do ônibus. Ouvimos muitas histórias de que as malas são roubadas nas paradas que o ônibus faz em diferentes cidades.

Tirando vantagem nas fronteiras

Cruzamos a pé duas fronteiras: México-Belize e Belize-Guatemala. Nas duas poderíamos ter sido facilmente enganados se não fôssemos bem desconfiados. O que acontece é que várias pessoas se aproximam de você oferecendo transporte até o terminal de ônibus ou cidade mais próximos. Os preços são abusivos e o engraçado é que nas duas fronteiras a história foi a mesma. O ônibus que deveríamos pegar até a cidade desejada tinham acabado de passar e só passaria em 3 ou 4 horas. No primeiro caso o ônibus barato passou em menos de 20 minutos e no segundo pegamos um taxi por um preço bem mais barato até o transporte que precisávamos. Portanto não confie nas diversas ofertas. Procure se informar antes para ter argumentos e encontrar a informação mais honesta.

Venda de tickets de atrações, transportes falsos e pacotes muito mais caros que o usual na Guatemala

Não passamos por isso mas conhecemos alguns casos e honestamente foi muito difícil escolher uma companhia para fazer os passeios que estávamos procurando pois não confiávamos em ninguém. O que acontece é que há inúmeras companhias que te oferecem os mesmo pacotes e se você começa a pesquisar, percebe que as informações não batem e não é muito difícil saber o que fazer. O que recomendamos é ler muito, perguntar aos locais (não somente do seu hotel pois as pessoas também agem nos hotéis) e rezar para que tudo dê certo!!!

Passagens de transporte público mais caras para turistas na Guatemala

É absolutamente injusto mas em muitos locais aqui na Guatemala, os cobradores percebem que você é turista e cobram a passagem mais cara do que dos locais. Em um de nossos percursos, nós percebemos isso, reclamamos com a pessoa e nada adiantou. Eles rudes, mal educados e só querem se aproveitar. É muito triste e frustrante pois você não tem o que fazer. Você se sente de mãos atadas! Nossa dica: se perceber que te cobraram mais caro só diga que no transporte anterior pagou menos e… seja o que Deus quiser, mais uma vez!

O outro lado de viajar!

Para a maioria das pessoas não existe o lado difícil de viajar. Afinal você não trabalha, não tem chefe e a única preocupação é escolher o próximo lugar paradisíaco a ser visitado! Mas quando você viaja por um tempo mais longo não é bem assim que as coisas funcionam. A preocupação com dinheiro não sai da sua cabeça pois há um budget diário, você nunca sabe se o próximo lugar que vai dormir vai ser uma espelunca suja e fedida ou se vai encontrar um lugar agradável com um bom custo benefício, você se preocupa o tempo todo se alguém está te enganando e nunca sabe se escolheu a melhor opção, suas roupas começam a ficar encardidas e não há muito o que fazer pois você depende de lavanderias locais, as vezes você chega nas cidades e não encontra pessoas simpáticas e amáveis para te ajudar; pelo contrário; elas querem te passar pra trás… Se você fica doente, não tem uma casa quentinha e aconchegante, com o colinho da mamãe para te orientar. Temos um ao outro mas pela lei de Murphy, a doenças e indisposições sempre surgem nos lugares aonde estamos muito mal instalados! E por aí vai!

Nesses momentos a nossa vontade é se fechar no nosso mundinho até abstrair todos esses sentimentos, olhar para o lado bom e ter a certeza de que todas essas situações estão nos ensinando lições muito importantes, nos ajudando a conhecer melhor esse mundo afora e acima de tudo nos fazendo dar mais valor a muitas coisas que quando estamos no nosso dia-a-dia, nem lembramos como elas são importantes!

É pouco tempo mas já percebemos algumas mudanças em nós mesmos e estamos certos de que ao final dessa jornada, seremos pessoas diferentes em muitos sentidos. Estamos conhecendo nossas vontades e limitações na forma mais pura que poderia existir e isso está sendo absolutamente incrível!

Como disse Mario Quintana, viajar é trocar a roupa da alma! E olha que ainda não tiramos nem o chapéu!!!

Converse com a gente!

Comentários

Comments 6

  1. maria eliane

    Isso mesmo pessoal, ta viciante acompanhar vcs nesta expedição. Que Deus abençoe vcs!!!!

    abraços

    1. Post
      Author
  2. Marcio

    Gabi, nao esquece de fazer cara de brava, dai eles respeitam mais…rs… teh parece neh. Vcs estao muito felizes, da pra ver nas fotos.. que por sinal estao show!
    Bj

    1. Post
      Author
      Gabriela Muniz

      É Má!!!! Viajar também tem seu lado difícil e complicado mas como tudo na vida, precisamos passar pelo difícil e chato para termos capacidade de curtir e discernir o que é bom e inesquecível, né??!!! Adoramos que vc passou a nos acompanhar tão de perto!! Continua sempre assim tá??!! Hehehehe

      Bjocasssss

      Gabi e Di!

  3. Weslei

    Muito bom o texto.
    E estou sempre torcendo pra tudo ocorrer da melhor forma possível para vocês!
    Boa Viagem! :)

    1. Post
      Author
      Gabriela Muniz

      Weslei
      Obrigada pelo comentário! Energias positivas sempre são muito muito bem vindas! O mundo é feito disso não é mesmo?? Continue por aqui conosco! Nossa missão nessa viagem é compartilhar! Tudo aquilo que vemos, aprendemos, vivenciamos!
      Gde abraço
      Gabi e Di

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *