HANDSonDREAM-4meses-9200

E já se foram 4 meses!

Gabriela Muniz Volta ao Mundo 2 Comments

Parece que foi ontem que postamos nossos 3 meses de Hands on Dream! E agora estamos aqui com 4 meses completos de viagem!

Foi um mês intenso de muitos altos e alguns baixos que só serviram para complementar ainda mais nossa paixão por esse novo estilo de vida que resolvemos viver!

Conhecemos pessoas lindas nesse último mês, fizemos bons amigos, tiramos férias da internet por conta dos amigos e dos bons momentos. Fizemos um curso de mergulho sensacional e descobrimos uma nova paixão: a vida debaixo d’água! Presenciamos um acidente bem triste com uma finlandesa que caiu do segundo andar do nosso hotel, escalamos vulcões, fizemos Volcano Boarding (esporte único da Nicarágua) e o Di ficou bem doente! Foram muitas experiências para um único mês!

DCIM100GOPRO DCIM100GOPRO DCIM100GOPRO

Já estamos há um longo tempo na estrada! Já nos emocionamos com muitas experiências, já rimos muito, já nos curtimos muito, já nos cansamos muito com algumas coisas, ficamos mal de saúde inúmeras vezes e também descobrimos que não precisamos nem da metade do que carregamos!

Nos últimos dias cansamos um pouco de fazer turismo e tivemos dias praticamente ociosos! Usamos nosso tempo para ver filmes e seriados o dia todinho! As vezes saíamos somente por algumas horas para curtir o movimento e comprar comida! E apreciamos muito esses dias tão calmos! Afinal quem não gosta de ficar dias em casa sem fazer nada? A diferença é que estamos na estrada! Mas da mesma forma também precisamos de momentos assim!

HANDSonDREAM-4meses-8665

Como bons empreendedores, já tivemos muitas ideias para futuros negócios. Sempre que andamos por uma cidade, estamos atrás de oportunidades e novidades. Falamos constantemente sobre esse assunto, mesmo sabendo que ainda temos um longo caminho de vida nômade pela frente! Isso só nos instiga a pensar de forma positiva no nosso futuro!

Arrumar e desarrumar malas, vestir sempre as mesmas roupas, caminhar longas distâncias com ou sem peso nas costas, cozinhar em lugares diversos, dormir em camas tão diferentes, experimentar chuveiros, conversar com estranhos, utilizar somente transporte público, calcular o budget o tempo todo…Tudo isso se tornou parte de nosso estilo de vida! Realmente a mudança foi muito grande se pararmos para pensar na vida que levávamos em São Paulo. E estamos muito felizes e acostumados com essa nova vida! Algumas vezes nos damos conta de como precisamos de pouco para viver! Há 4 meses estamos vivendo com duas mochilas cada um e o que mais sentimos falta está longe de ser os bens materiais! As saudades são grandes da família e dos amigos!

O facebook, nosso site e o Skype nos ajudam a matar as saudades. Mas algumas vezes dói bastante saber que estamos deixando de compartilhar momentos que serão únicos na vida de muitos que amamos! Mas fizemos uma escolha e sabíamos que teríamos perdas. Afinal qualquer escolha é feita de ganhos e perdas!

Viajamos dois meses pela América Central e podemos afirmar que não é uma tarefa muito fácil. Os países são extremamente pobres, estão muito atrasados em muitos fatores e a falta de estrutura pode ser tornar bem cansativa quando estamos viajando num budget limitado. Perigos diversos de roubo, pessoas tentando tirar vantagem por você ser turista, lugares sujos, falta de água, falta de luz, dificuldade de encontrar boa estrutura de saúde, sistema de transporte absolutamente precário, são apenas alguns dos perrengues que vivemos nesses últimos meses!

HANDSonDREAM-4meses-0625

Em alguns momentos tivemos vontade de ir embora ou simplesmente viajar em lugares um pouco mais desenvolvidos! Não somos frescos, não precisamos de luxos, mas gostamos de limpeza e higiene e isso é algo um pouco complicado nesses lugares. Nós somos de um país subdesenvolvido e nascemos vendo muita pobreza, muita desigualdade social, muito sofrimento e sofremos com problemas de segurança, assim como esses países. Talvez por essa razão que ficamos um pouco chateados e cansados de presenciar as mesmas coisas, ou muitas vezes piores. Por outro lado, nos apaixonamos pela cultura, pelos lugares, pelas pessoas, pelas histórias e pelas experiências muito boas que a América Central nos proporcionou!! Não tínhamos a menor ideia da história desses países e o que veríamos ao visitá-los e nos impressionamos com os diferentes estilos de vida que encontramos! Aprendemos e vivenciamos muito e no final era exatamente isso que estávamos buscando!

HANDSonDREAM-4meses-9250 HANDSonDREAM-4meses-8725

Alguns nos perguntam se a viagem já nos mudou, se passamos a enxergar o mundo de outro jeito. Na minha opinião é muito difícil responder essa pergunta! Mudanças assim acontecem de forma gradativa e natural! Ainda somos os mesmos apaixonados pela vida, pela intensidade dos momentos, pelas pessoas e por viajar! Sem dúvidas alguns sentimentos mudaram. Acho que estamos mais flexíveis e adaptáveis a diversas situações. Estamos mais abertos a absorver o que o mundo tem para nos proporcionar mas certamente as mudanças mais fortes, mais internas são difíceis de mensurar!

O que podemos dizer é que estamos conhecendo muita coisa, aprendendo muito, vendo todo dia um novo pedacinho do mundo e não estamos afim de parar tão cedo!

Acho que ainda vamos colocar a frase abaixo por muitas vezes! Não cansamos de ler e refletir sobre esta que é um dos textos mais incentivadores que conhecemos!

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser; que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver”. Amyr Klink

HANDSonDREAM-4meses-0630

Estamos nos preparando para sair da América Central. Na realidade, Costa Rica já é uma outra realidade e poderíamos até dizer que não é mais América Central. Enfim… vamos ver o que este próximo mês nos reserva!!!

Converse com a gente!

Comentários

Comments 2

  1. JÑANA GADEA DE MELLO

    Adorei, a ideia de vocês, os textos, me inspiram a planejar o rumo que eu vou tomar da minha vida. Acho incrível esse modo de vida! Parabéns, e continuo acompanhando 😀

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *