HANDSonDREAM-Inspirando-4567

Nossos 60 dias de HANDS ON DREAM

Gabriela Muniz Volta ao Mundo 4 Comments

Incrível como o tempo passa rápido e mesmo viajando ainda temos a sensação de que as horas e minutos escapam de nossas mãos!

Ouvimos de muitos viajantes que quando estamos na estrada, o tempo passa mais devagar pois você tem mais tempo para desfrutar as experiências vividas. De fato temos mais tempo, mas ainda não sentimos que o tempo passa devagar. Não sei se porque queremos viver, ver e absorver ao máximo tudo que encontramos pelo caminho, ou porque ainda não encontramos esse ritmo tão relaxado.

Isla Holbox – Recuperando as energias!

De fato depois de dois meses não nos sentimos mais numa viagem de férias como no primeiro mês. A cada dia estamos mais tranquilos, procurando entender esse novo estilo de vida que está baseado em duas mochilas e em muitas casas pelo caminho!

E isso nos fez repensar na nossa maneira de buscar nossas “casas”. Inicialmente a preocupação principal era o budget, afinal quanto mais barata a acomodação, mais poderíamos gastar em diversão pela cidade! Mas aos poucos começamos a nos questionar se valia a pena ficar na opção mais econômica possível, já que infelizmente essa opção é sempre a mais suja e desagradável. Pensamos que durante esse longo período que escolhemos ver o mundo, cada acomodação escolhida será nossa casa de alguma forma! E diferente de um hotel que muitas vezes passamos o dia todo fora e só utilizamos para dormir, nós fazemos das hospedagens nossa própria casa! Por estar viajando por um período mais longo, precisamos de nossos momentos de tranquilidade e muitas vezes eles serão no hotel, na pousada, no hostel… É lá que descansamos, escrevemos e repomos nossas energias! Claro que ainda respeitamos o nosso budget mas estamos um pouco mais exigentes na escolha de nossa casa temporária!

No México não tivemos muito sucesso com o Couchsurfing por onde passamos! Tivemos algumas experiências excelentes e outras nem tanto assim, como já escrevemos aqui. Na grande maioria dos lugares por onde passamos, não tivemos respostas como gostaríamos! Vamos ver como será nos próximos países visitados!

Entardecer em San Cristobal de Las Casas

Nesses dois meses de puro México, nos apaixonamos pelo país e pela sua cultura e ao mesmo tempo odiamos o país quando sentimos na pele a sensação de impotência ao sermos roubados dentro de um ônibus!

Em muito pouco tempo tivemos emoções absolutamente intensas e contraditórias de alegria plena e tristeza total! Isso nos ensinou que teremos obstáculos para enfrentar e devemos estar sempre prontos para o que der vier. Não é fácil buscar sempre o lado positivo nos acontecimentos mais difíceis, mas estamos aprendendo a lidar com isso e quando conseguimos, o sentimento interno que fica é muito melhor. Passa aquela tristeza ou raiva e fica a sensação de aprendizado diante da dificuldade.

Aprendemos também que viajar é praticamente fazer a gestão de um negócio! Pode parecer estranho dizer isso mas diariamente temos a preocupação financeira de gastar dentro dos limites, de utilizar os recursos da melhor maneira! Todos os dias temos decisões a tomar, mesmo que agradáveis! Estamos sendo constantemente testados por nós mesmos! Ficar ou não mais tempo naquela cidade? Pegar um ônibus ou um taxi? Fazer ou não determinado passeio? Comer fora e conhecer a culinária local ou cozinhar e economizar? A logística da viagem também influencia muito no planejamento geral e financeiro. Por isso estamos fazendo uma constante gestão de projetos sobre os planos iniciais! Sabemos que temos alguns prazos para realizar o que desejamos e por conta disso estamos sempre ligados nessa questão!

Mas estamos amando cuidar desse business!!! Definitivamente estamos realizando um sonho e cada dia que passa estamos mais certos das escolhas que fizemos!

Já encontramos algumas pessoas muito queridas na estrada que fizeram nossos momentos serem ainda mais especiais! Há sempre uma sensação de solidariedade entre os viajantes e isso cria uma facilidade em fazer novas amizades e sempre levar essas pessoas com você de alguma maneira!

O que dizer sobre as saudades após dois meses longe de tudo e de todos? Saudades da família, dos amigos, de ter um canto? Estamos sim com muitas saudades de todos que amamos e parece que estar distante nos tornou mais sensíveis. Estamos nos emocionando mais facilmente! Mas ao mesmo tempo estamos muito perto daqueles que assim como nós fazem esforço para isso!!! Toda vez que conversamos por Skype com nossos pais, irmãos, familiares, amigos é sempre uma alegria!

E quanto ao nosso canto, ainda não sentimos falta de ter uma casa. É muito cedo para isso. O momento é aquele de desfrutar das diferentes casas, de diferentes vizinhanças, diferentes cores, cheiros e sabores! É interessante como em um dia chegamos em algum lugar, nos acomodamos, nos adaptamos e em dois, três ou dez dias, empacotamos tudo de novo e vamos mais uma vez rumo ao desconhecido!

E esse desconhecido nos encanta, nos inspira e nos motiva e seguir em frente, a buscar o que tanto desejamos, a absorver da forma mais intensa possível tudo que tivermos a capacidade de enxergar e desfrutar nesse longo caminho!

O que nos espera pela frente? Não sabemos… Só sabemos que é pra lá que temos que ir, enriquecendo nossos espíritos e nossos corações, construindo nossa historia com nossas próprias mãos e pés, fazendo do nosso destino, a maior experiência de nossas vidas!

Converse com a gente!

Comentários

Comments 4

  1. terezinha

    Adoro essa foto que você está indo para a Praia – dá uma sensação de tranquilidade, certeza do que se quer, profundidade – essa é você minha linda.
    Muitas saudades – beijos pra vocês dois!! amo vocês!!

    1. Post
      Author
  2. Marcio

    Eu fico MUITO feliz de saber que vcs estao se realizando e que, acima de tudo, estão bem, salvos, em meio a tantos riscos e incertezas… continuo orando pra isso. Pra nós que ficamos, esses sessenta dias também voaram e percebemos que esse projeto faz parte tambem de nossas vidas. Fico esperando vcs publicaram um novo post… fico esperando por novidades… imaginando como seria se estivessemos aí com vcs… pensando e repensando as lições ensinadas… e aí, eu interrompo, por alguns segundos, minutos, esse turbilhao de obrigações e responsabilidades, e deu uma voadinha nas suas histórias e fotos… muito gostoso. Na verdade, estamos aí com vcs… Bjao e parabéns por esses 2 meses de projeto!! …. SAUDADES

  3. Naldo

    Casal notam mil, fico feliz por vcs estarem bem e curtindo cada canto e cada minuto dessa aventura! Saudades! Bjos

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *